O CANIL

Foi iniciado em 2015 o projeto de montar o canil devido a grande admiração pela raça e o amor pelos animais.  

O Canil conta com uma infraestrutura adequada e com pessoal capacitado no manejo e tratamento dos cães. O proprietário acompanha diariamente o funcionamento do canil.

Uma criação levada a sério, envolve cuidados como ração Super Premium, vacinas importadas, vermífugos, anti-pulgas e carrapatos, investimento em novas linhas de sangue, exames e acompanhamento constantes de médico veterinário, avaliando constantemente manejo e saúde dos exemplares. Além de todo estudo genético que é feito por nós a modo de evitar problemas na saúde da futura Ninhada.

Criamos nossos cães considerando em primeiro lugar a necessidade de espaço pelo porte de ambas raças.

 Os cães são criados soltos em piquetes gramados, onde nossos cães desfrutam de estrutura ideal para seu lazer, isso ajuda no temperamento, ganho de massa muscular e principalmente o bem-estar do animal.

Os cães têm banho quinzenal, treinamentos específicos visando atingir os objetivos relacionados com a sua socialização e boa saúde.

Os cuidados diários que temos com o plantel, vão desde exames de rotina, limpeza, higiene em cada um dos exemplares, e alimentação de qualidade.

Nossas matrizes têm seus filhotes em local apropriado onde recebem todos os cuidados necessário.

Ter um filhote saudável e dentro dos padrões é o princípio de uma criação correta para nós, afinal, enobrece nosso empenho e propósito de produzir à cada ninhada, exemplares mais próximos da perfeição.

Dobermann História da Raça


Nobreza e elegância que marcaram época...
Poucas pessoas tiveram um impacto tão grande no mundo canino quanto Louis Dobermann, de Thuringen, Alemanha. Louis era um coletor de impostos que precisava de um cão de guarda atento para acompanhá-lo em suas cobranças de porta em porta. No fim do século de 1800, ele começou a criar um cão de guarda alerta e eficaz na proteção, provavelmente acasalou raças como Pastor Alemão e o Pinscher Alemão, e mais adiante, o Manchester terrier preto e castanho, Greyhound e Weimaraner. Atingindo assim rapidamente protótipo da raça que agora levaria seu nome, DOBERMANN. Os primeiros Dobermanns ainda tinham ossos pesados e cabeça arredondada. Novas produções foram selecionando um cão com a aparência da raça. A criação da raça aconteceu em um tempo impressionante. Em 1899 já estava formado o primeiro clube. A raça continuou a receber elogios, e o primeiro Dobermann chegou à América em 1908. A raça logo se agradou a Europa e a América como cão policial e cão de guarda, e mais tarde como cão de guerra. Seu talento nessas áreas trouxe ao Dobermann muitos admiradores, e ele logo se tornou um importante protetor da família. Sua silhueta bem desenhada e seu estado de alerta destemido colocaram o Dobermann no topo como um cão de exposição. Com o aumento de sua fama, muitas famílias começaram a gostar da raça como animal de estimação, e o Dobermann acabou se tornando a segunda raça mais popular da América em 1977.

Padrões da Raça:
PELE: ajustada, toda bem amoldada e bem pigmentada.

PELAGEM 
Pêlos: curtos, duros e retos. Muito bem assentes, lisos e igualmente distribuídos em toda a superfície. Sem subpêlos.

Cor: preto ou marrom, com marcações vermelho ferrugem claramente definidas e limpas: no focinho, uma ilha em cada face e acima dos olhos, no topo dos supercílios, na garganta, duas marcas no antepeito, no metacarpo, metatarso e pés, na face interna das coxas, nos membros e sob a cauda.

TALHE 
Altura: no ponto mais alto da cernelha. 
Machos: 68 - 72 cm. 
Fêmeas: 63 - 68 cm. 
O tamanho médio é o desejado.

Peso: 
Machos em torno de 40 - 45 quilos. 
Fêmeas em torno de 32 - 35 quilos.

WhatsApp